Artigos

Contatos

Blog da Professora Terezinha
Graduada em Pedagogia. Pós-Graduada em Educação Pré-Escolar. Pós-Graduada em Administração Escolar. Atualmente Coordenadora Pedagógica da Educação Infantil e Ensino Fundamental I no Colégio Nossa Senhora de Lourdes, em Lavras - MG.
Visualizar meu perfil completo
Tecnologia do Blogger.

Visitas

terça-feira, 18 de junho de 2013

postheadericon Aula passeio pelos bairros da cidade


sexta-feira, 7 de junho de 2013

postheadericon NOVIDADES NA EDUCAÇÃO INFANTIL

Como nossa escola está linda! 
A Ir. Nilza  nossa Diretora, como sempre, preocupada em proporcionar mais conforto e melhores condições de aprendizagem aos alunos, investiu muito no espaço físico da escola, como: pintura, material pedagógico e esportivo,  reformou e construiu quadras cobertas,  e presenteou a Educação Infantil com um novo parquinho e uma nova casinha de bonecas muito charmosa, que as crianças adoraram.


                                                             Nova casinha de bonecas.



Brincar é uma importante forma de comunicação, é por meio deste ato que a criança pode reproduzir o seu cotidiano. O ato de brincar possibilita o processo de aprendizagem da criança, pois facilita a construção da reflexão, da autonomia e da criatividade, estabelecendo, desta forma, uma relação estreita entre jogo e aprendizagem.

Segundo Oliveira (2000) o brincar não significa apenas recrear, é muito mais, caracterizando-se como uma das formas mais complexas que a criança tem de comunicar-se consigo mesma e com o mundo, ou seja, o desenvolvimento acontece através de trocas recíprocas que se estabelecem durante toda sua vida. 
Assim, através do brincar a criança pode desenvolver capacidades importantes como a atenção, a memória, a imitação, a imaginação, ainda propiciando à criança o desenvolvimento de áreas da personalidade como afetividade, motricidade, inteligência, sociabilidade e criatividade.

Os jogos simbólicos, também chamados brincadeira simbólica ou faz-de-conta, são jogos através dos quais a criança expressa capacidade de representar dramaticamente. Assim, a criança experimenta diferentes papéis e funções sociais generalizadas a partir da observação do mundo dos adultos.